reagi

Um desabafo, porque de vez em quando sabe bem.

Em Agosto de 2010 a minha vida entrou num período negro e muito doloroso.
Primeiro, o desemprego. Um mês depois, o suicídio de um irmão muito próximo na vivência diária.
Sofri. Resisti. Sucumbi. Reagi.
Hoje, dois anos depois, estou no mesmo local e circunstâncias de férias em que estava em Agosto de 2010 – Porto Santo, por ironia do nome.
Lembranças. Memórias. Alegrias. Tristezas.
Aprendi que sou forte, mesmo muito forte.
Mas que há dores que nunca passarão, apenas ficam mais ténues.
E que tudo muda.
Também o desemprego mudará, duma forma ou doutra.
O resto é que não.
Sinto-me incompleta. E isso é definitivo.

5 thoughts on “reagi

  1. Ai, Linda. Momentos de tristeza sempre voltam. Mas lembra-te que os nossos querides só morrem em realdade quando não fica mais ninguem para lembrarse deles. A saudade pode ser um balsamo para um coração que chora…

      • … e o novo de velho morrerá, assim verdadeira a vida, que em se renovando é constantemente viva. Consta que sobre vive de amor sobre a dor. Subtilezas de mais quanto a razão com-sente!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s